Como manter o autocontrole no dia a dia com meu filho?

Quanto menor a criança maiores serão as chances dela ter explosões de raiva ou crises de birra que “te tirem do sério”. No dia a dia de orientação parental são constantes os relatos de pais que dizem “ter surtado” ou “perdido as estribeiras” em casa com seus filhos em momentos de muita tensão. Pensando nisso, algumas dicas são bem importantes nessas horas.
🔥A primeira delas é: “Estamos com raiva e tudo bem”. Raiva não é um sentimento para ser escondido ou reprimido. Não se culpe por sentir raiva de seu filho. Crianças muitas vezes despertam nossa irritação, nossa frustração e até nossa ira. Porém, nessas horas é importante respirar fundo antes de falar ou agir para não expressar sua raiva com violência, modelando seu filho a fazer o mesmo. 💥Se respirar fundo for difícil, diga ao seu filho que você está muito irritado e precisa de distância para se acalmar. Este é o momento de “passar a bola” para outro adulto da família que esteja mais calmo e em melhores condições de lidar com a situação. ☄Se afastar-se da situação naquele momento não for possível, diga para si mesmo: – Meu filho é uma criança em desenvolvimento. Sou eu o adulto desta relação e como tal vou fazer o meu melhor para expressar minha raiva de forma amena. 🔥Não tente avaliar ou resolver a situação enquanto a criança (e você) estiverem muito agitados, nervosos ou chorando. ☄Seja empático para avaliar a situação do ponto de vista de seu filho. Não julgue o seu filho e seja objetivo ao dizer qual foi o comportamento que o desagradou e o que você espera que seu filho faça.🔥E o mais importante: em momentos de calmaria diga e mostre à seu filho como você gosta de vê-lo tranquilo e resolvendo conflitos sem explosões emocionais! 😀

2019-11-07T18:20:33+00:00 07/11/2019|